'Cristo Redentor e Pão de Açúcar ao fundo é demais', diz Gary Hunt

Um dos favoritos no Mundial de Salto de Penhasco, britânico se mostra encantado com o Rio

MARCIO DOLZAN, O Estado de S. Paulo

28 de setembro de 2013 | 02h00

SÃO PAULO - Palco da sétima etapa do Mundial de Salto de Penhasco, a praia de Icaraí, em Niterói, deverá receber grande público na manhã deste sábado. Isso porque é a primeira vez que uma das provas da competição acontece na América do Sul, e os maiores saltadores do planeta estarão presentes. A competição está prevista para iniciar às 10h.

Na sexta-feira, os treinos que estavam previstos acabaram não ocorrendo devido ao mau tempo. Os ventos que cortaram a cidade na madrugada anterior e as ondas que chegaram a 3,5 metros acabaram danificando a plataforma construída exclusivamente para o evento, sendo que ela precisou passar por reparos. Com isso, os atletas tiveram a programação alterada e aproveitaram o dia para conhecer o Rio.

Gary Hunt, um dos favoritos para vencer a etapa brasileira, mostrou-se encantado com a paisagem fluminense. "Competir aqui é diferente não só por ter uma plataforma fixa; esse visual e a energia da torcida são incríveis. Essa vista com o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar ao fundo é demais."

O britânico lidera o Mundial de Salto de Penhasco, tendo vencido duas das seis etapas. No início do mês, ele ficou em primeiro na prova disputada em Pembrokeshire, no País de Gales. O russo Artem Silchenko, também com duas vitórias, e o colombiano Orlando Duque, vencedor da etapa de Boston, vêm na sequência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.