Cristóvão admite 'gosto de derrota', mas enxerga evolução no Flamengo

O técnico Cristóvão Borges admitiu que o empate por 2 a 2 com o Santos, domingo, no Maracanã, teve sensação de derrota para o Flamengo, afinal, o time abriu 2 a 0 no primeiro tempo, mas depois não conseguiu manter a vantagem no duelo válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para ele, o time falhou na marcação após fazer um ótimo primeiro tempo.

Estadão Conteúdo

03 de agosto de 2015 | 10h46

"Quando você constrói uma vantagem e cede o empate, sempre vai ter gosto de derrota. Fizemos um primeiro tempo muito bom, mas no segundo, demoramos a acertar a marcação e sofremos o empate. Foi uma pena", afirmou o treinador.

Cristóvão, porém, garante que o Flamengo vive um momento melhor no Brasileirão, tanto que somou sete pontos nas últimas três partidas, além de ter pontuado nos dois últimos confrontos no Maracanã. "Nossa equipe evoluiu. Melhoras nas duas últimas partidas em casa e não perdemos", disse.

Com 20 pontos, o Flamengo está em 11º lugar no Brasileirão e voltará a entrar em campo no próximo domingo, quando vai encarar a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, pela 17ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.