Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Cruzeiro ignora líder e mira vice

Mineiros não levam fé no Grêmio e torcem por tropeço palmeirense

O Estadao de S.Paulo

23 de setembro de 2008 | 00h00

Com a confiança retomada depois de vencer o Figueirense fora de casa, o elenco do Cruzeiro concentra seu foco na ascensão do Palmeiras no Campeonato Brasileiro, deixando transparecer que a liderança do Grêmio não é problema. Sem mencionar os gaúchos, jogadores e comissão técnica resumem a briga pelo título à caçada ao time alviverde, que está três pontos à frente dos mineiros. A equipe celeste projeta alcançar a segunda colocação já na próxima rodada, torcendo por um tropeço dos paulistas na partida de domingo contra o Náutico, no Recife.Para isso, os mineiros têm que fazer sua parte no Morumbi contra o São Paulo, adversário direto por um lugar no G-4. Mesmo com o otimismo renovado, o time de Belo Horizonte sabe que a tarefa não será fácil. A última vitória do Cruzeiro fora de casa contra os são-paulinos foi em 2003 - ano da conquista do primeiro e único título dos cruzeirenses no Brasileiro, com uma campanha memorável de 100 pontos em 46 jogos disputados.O técnico Adilson Batista prega atenção total na defesa, para evitar os sobressaltos da última partida, quando a equipe permitiu a virada do Figueirense antes de reagir e vencer por 4 a 3. SUBSTITUTOAutor de um dos gols na vitória sobre os catarinenses , o atacante Thiago Ribeiro está em alta na Toca da Raposa. Seu nome é o mais festejado em Belo Horizonte para ocupar o lugar deixado pelo boliviano Marcelo Moreno, ainda no início do Campeonato Brasileiro.A entrada de Thiago deu mobilidade ao ataque, que parece ter achado sua dupla titular. Domingo, na primeira vez em que atuaram juntos, o jogador mostrou entrosamento com o companheiro Guilherme, que marcou dois gols no jogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.