Cruzeiro perde para o Atlético-PR e fica mais longe do líder Grêmio

O atacante Ferreira avança em direção à área e é derrubado, violentamente, por Thiago Heleno. O zagueiro recebe o cartão vermelho com apenas 18 minutos. A expulsão, logo no começo do jogo, estragou os planos do Cruzeiro de encostar no líder Grêmio. Caso vencesse, o time mineiro ficaria apenas um ponto (59 a 58). Mas acabou derrotado na Arena da Baixada, por 1 a 0, gol de Rafael Moura, e terá de ganhar dos gaúchos, no duelo de quarta-feira, para voltar a sonhar com a taça.Os times chegarão ao Mineirão separados por quatro pontos. No primeiro turno, os gaúchos levaram a melhor: 1 a 0.Agora, o Cruzeiro terá de melhorar, principalmente na parte ofensiva. Em Curitiba, os mineiros até se impuseram. Diante de um rival ameaçado de rebaixamento, começaram dominando, mas na hora de finalizar... Nada de acertar a pontaria. O Atlético acordou só após a expulsão de Thiago Heleno.No entanto, ainda no primeiro tempo, o Atlético, que já não podia contar com cinco jogadores que estavam machucados, perdeu Renan e Geilson, também contundidos - o gramado estava bastante castigado por causa da forte chuva em Curitiba durante a semana.Apesar de estar com um jogador a menos, o Cruzeiro não diminuiu a pressão sobre o adversário, que procurava explorar o contra-ataque. Mas a marcação era muito forte em ambos os lados, não permitindo jogadas mais perigosas. "Com um homem a mais, não podemos deixar de fazer um gol", disse o lateral Netinho ao sair para o intervalo. "Tem que cruzar bem a bola para furar esse bloqueio." Do outro lado, o atacante Guilherme lamentou a expulsão de Thiago Heleno. "A gente tem de se impor e correr pelo companheiro."Como Netinho tinha alertado, foi de um cruzamento que surgiu o primeiro gol, aos 9 minutos do segundo tempo. Ele mandou para a área, Antônio Carlos tocou para o gol e, no rebote de Fábio, Rafael Moura fez o gol da vitória.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.