Cruzeiro terá Gilberto e Gil contra o Flamengo

Zagueiro e meia pegam pena mínima pela expulsão no jogo com o Corinthians e retornam ao time em Volta Redonda

, O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2010 | 00h00

O Cruzeiro saiu no lucro ontem, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Gil e Gilberto foram julgados por suas expulsões na derrota para o Corinthians por 1 a 0, no Pacaembu - o zagueiro por receber cartão vermelho por cometer pênalti em Ronaldo e o meia por atitude antidesportiva -, e punidos com apenas uma partida de suspensão, que já cumpriram. Podem, assim, jogar contra 0 Flamengo, amanhã, em Volta Redonda.

O técnico Cuca não teve a mesma sorte: foi suspenso por dois jogos por desrespeito ao árbitro Sandro Meira Ricci e não poderá comandar o time do banco amanhã. Ele foi expulso por bater palmas para o árbitro, ironizando a marcação do pênalti. E o presidente do clube mineiro, Zezé Perrella, pelas duras críticas que fez a Ricci depois da partida, foi punido com 30 dias de afastamento e multa de R$ 15 mil.

O Cruzeiro viajou ontem para o Rio de Janeiro sem o volante Fabrício, vetado por contusão. A diretoria celeste, preocupada com a onda de violência na capital fluminense, se mobilizou para garantir reforço na escolta e segurança da delegação.

Mas a preocupação do técnico Cuca é exclusivamente com o adversário, que ainda ronda a zona de rebaixamento. "O jogo mais difícil dos times que estão disputando o título é o nosso, sem dúvida nenhuma. É muito mais difícil jogar com o Flamengo lá na situação que o Flamengo se encontra, do que contra o Palmeiras ou próprio Vasco.""

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.