Cruzeiro tropeça na Venezuela e se complica

O Cruzeiro tropeçou de novo ontem no seu terceiro jogo da Taça Libertadores. Depois de estar com a vitória na mão diante do fraco Deportivo Itália, no Estádio Olímpico de Caracas, deixou a equipe da casa empatar: 2 a 2.

, O Estadao de S.Paulo

13 de março de 2010 | 00h00

O resultado pouco ajuda os venezuelanos, últimos colocados do Grupo 7 com um ponto, mas prejudica bastante os mineiros. O Cruzeiro ficou com apenas quatro pontos no segundo lugar da chave, mas com um jogo a mais do que Vélez Sarsfield e Colo Colo, que se enfrentam na próxima semana. Se os argentinos, com seis pontos, vencerem, as chances do time comandado por Adilson Batista se classificar em primeiro lugar diminuem drasticamente.

Ontem, o Cruzeiro foi surpreendido por um gol de Blanco logo a 11 minutos de partida. Os mineiros viraram o jogo com dois gols de Kléber - que foi expulso outra vez -, mas os venezuelanos empataram com McIntosh.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.