Cruzeiro vence e é 3º.Goleado, Bota cai para 4º

Mineiros superam Guarani por 4 a 2, enquanto os cariocas são surpreendidos [br]pelo Goiás: 4 a 1

, O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2010 | 00h00

Cruzeiro e Botafogo entraram em igualdade de condições na 22.ª rodada do Brasileiro, mas colecionaram resultados totalmente distintos ao final dos 90 minutos disputados ontem.

Em Sete Lagoas, os mineiros receberam o Guarani e venceram com folga por 4 a 2. Rômulo e Wallyson colocaram os cruzeirenses em vantagem por 2 a 0 ainda no primeiro tempo, mas o time campineiro foi buscar a igualdade nos trinta primeiros minutos da etapa final, com gols de Giovani e Paulo Roberto.

Com uma demonstração de determinação, o Cruzeiro ainda teve forças para ganhar os três importantes pontos na classificação, com mais dois gols: Fabinho e Farias marcaram.

O Cruzeiro assumiu a terceira colocação no campeonato, com 40 pontos, um ponto atrás de Corinthians e Fluminense. O Guarani continua com 29 pontos.

No Serra Dourada, o Goiás parou a arrancada do Botafogo com uma goleada inesperada.

Com gols de Wellington Monteiro e Rafael Moura, a equipe goiana fez 2 a 0 e viu Loco Abreu ainda diminuir na primeira etapa. Rafael Moura (de pênalti) e Bernardo deram números finais.

O Botafogo caiu para a quarta posição, com 37 pontos, enquanto o Goiás alcança os 20.

Domingo, no Engenhão, Botafogo e Cruzeiro se enfrentam em outra "decisão".

Na Arena da Baixada, o Atlético-PR aumentou o desespero do Atlético-MG. Os paranaenses venceram por 2 a 1, com gols de Bruno Monteiro e Ivan Gonzalez. Obina fez o gol mineiro.

No Prudentão, o Grêmio Prudente saiu na frente do Flamengo, com um gol de Adriano Pimenta, aos 45 minutos do primeiro tempo. Mas levou a virada dos cariocas, que marcaram com Diego Maurício, aos 40 minutos do segundo tempo e Toró, aos 49.

Com este resultado, o time da Gávea segue em 14.º lugar, agora com 26 pontos ganhos, enquanto o Grêmio Prudente continua com apenas 17 pontos, na última colocação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.