Cuba, Colômbia e Coreia do Norte levam ouro no judô

Os três países ainda não tinham conquistado lugar mais alto do pódio no Mundial do Rio

AE, Agência Estado

30 de agosto de 2013 | 18h48

RIO - O Mundial de Judô teve nesta sexta-feira, no quinto dia de disputas no Rio, três países diferentes no lugar mais alto do pódio, que ainda não tinham conquistado ouro na competição. Os títulos foram para Colômbia, com Yuri Alvear (até 70kg), Coreia do Norte, com Kyong Sol (até 78kg), e Cuba, com Asley Gonzalez (até 90kg).

Na categoria até 70kg, na qual a brasileira Maria Portela foi eliminada na repescagem e não conseguiu lutar por um lugar no pódio, a colombiana Yuri Alvear conquistou o título mundial ao vencer a alemã Laura Vargas Koch na final. Enquanto isso, a holandesa Kim Polling e a sul-coreana Seongyeon Kim ficaram com a medalha de bronze.

Na outra disputa feminina do dia, a categoria até 78kg, Mayra Aguiar deu mais uma medalha ao Brasil no Mundial do Rio, ao conseguir o terceiro lugar. Além dela, a francesa Audrey Tcheumeo levou bronze. E na final, vitória da norte-coreana Kyong Sol sobre a holandesa Marhinde Verkerk, que tinha sido algoz da brasileira nas quartas de final.

E na categoria até 90kg, única para homens nesta sexta-feira, na qual o brasileiro Eduardo Santos perdeu logo na estreia do Mundial do Rio, a medalha de ouro terminou com o cubano Asley Gonzalez, que ganhou do georgiano Varlam Liparteliani na final. Neste peso, o bronze ficou com o grego Ilias Iliadis e o russo Kirill Denisov.

Agora, faltando apenas dois dias no Mundial - tem mais três categorias neste sábado e a disputa por equipes no domingo -, o Japão segue na liderança do quadro geral de medalhas, com três de ouro, uma de prata e duas de bronze. A França aparece em segundo lugar, com uma de ouro, duas de prata e três de bronze, seguida de perto pelo Brasil, que tem uma de ouro (Rafaela Silva), uma de prata (Érika Miranda) e duas de bronze (Mayra Aguiar e Sarah Menezes).

Tudo o que sabemos sobre:
judôMundial de judô

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.