Cuba desiste de disputar torneio regional e culpa EUA

Autoridades cubanas anunciaram, nesta sexta-feira, que o país não disputará mais a edição dos Jogos Centro-Americanos e do Caribe, no fim de julho, que serão realizados em Porto Rico, território caribenho associado aos Estados Unidos.

AE, Agencia Estado

26 de fevereiro de 2010 | 22h27

Para viajar até a cidade-sede, Mayaguez, Havana havia feito uma série de exigências. Entre elas, estava a aterrissagem de um avião cubano e a dispensa de controles adicionais de segurança com a delegação do país. Segundo o governo de Raúl Castro, nenhuma das solicitações foi atendida.

Em nota divulgada nesta sexta, a delegação de Cuba criticou Porto Rico e disse não ter boas recordações de competições no país. "Experiências acumuladas de outros eventos no território de Porto Rico não foram muitos boas", destacou.

Como resposta, o senador porto-riquenho Carmelo Rios atribuiu a decisão de Cuba a razões políticas. "O problema de Cuba não é esportivo, e sim político. Eles estão mais preocupados com a quantidade de atletas que abandonarão Cuba [durante a competição] do que com os resultados esportivos", criticou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.