Curitiba espera 2 mil na Maratona

A prefeitura de Curitiba espera a presença de cerca de 2 mil corredores para a 5ª Maratona Ecológica de Curitiba, que será realizada domingo, com início às 9 horas. Os atletas Diamantino Silveira dos Santos e Maria Zeferina Baldaia, vencedores do ano passado, aparecem novamente como favoritos. A largada será no Parque Barigüi e a chegada no portal da Pedreira Paulo Leminski, completando o trajeto de 42.195 metros. Entre os mais sérios concorrentes de Diamantino estão os quenianos Cheromei Joseph e Kipchumba Joshua, que participaram no dia 4 da Maratona de Florianópolis (SC). O corredor brasileiro não se considera favorito. "Sou o mais descansado, mas isso não me coloca como favorito", diz. Segundo ele, o percurso de Curitiba é um dos mais difíceis do País. "Fazer um bom tempo aqui é difícil, principalmente por causa da altitude", afirma. A altitude gira entre 881,25 metros do nível do mar a 950 metros. No ano passado, Diamantino, natural de Poços de Caldas (MG), terminou a prova com a marca de 2h20min58s, não batendo seu próprio recorde conseguido em 1998 - 2h18min53s. A paulista de Sertãozinho, Maria Zeferina, conseguiu no ano passado a marca de 2h47min9s. O corredor mais idoso inscrito é o carioca Tuplet de Vasconcellos, que tem 89 anos de idade. Ele concorre na categoria dos nascidos até 1924. A prova foi dividida em 22 categorias - nove femininos, 12 masculinos e cadeirantes. A premiação total é de pouco mais de R$ 112 mil para os atletas que obtiverem as melhores posições. Além disso, a prefeitura irá sortear dois carros Renault Clio 1.0, um para os concorrentes e o outro para o público, que poderá participar com a troca de um cupom por um quilo de alimento não perecível.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.