Clayton de Souza/AE - 22/7/2011
Clayton de Souza/AE - 22/7/2011

Dagoberto volta a dizer que pode deixar o São Paulo

Atacante tem contrato até 2012, já conversa sobre renovação, mas diz que sairá caso não se sinta valorizado

Amanda Romanelli, O Estado de S.Paulo

09 de setembro de 2011 | 00h00

SÃO PAULO - Dagoberto mais uma vez foi decisivo para o São Paulo - na quarta-feira, dia em que o Morumbi ficou lotado para o milésimo jogo de Rogério Ceni, foi o atacante quem marcou o gol da vitória por 2 a 1 contra o Atlético-MG. Mas, apesar do clima de festa entre os tricolores, o jogador não esconde o descontentamento quando as perguntas sobre a renovação de seu contrato voltam a aparecer.

Ontem, na reapresentação do time, o jogador de 28 anos pediu mais uma vez para ser valorizado. E, caso isso não ocorra, a solução lhe parece bastante óbvia: deixará o clube que o contratou do Atlético-PR em 2007.

"Estamos conversando (sobre a renovação) e teve um contato entre as partes. Mas eu sempre deixei claro que quero, acima de tudo, uma valorização", afirmou Dagoberto.

"Tenho contrato até 19 de abril de 2012 e, se não chegarmos a um acordo, o São Paulo segue a vida dele, eu sigo a minha, e tudo bem", acrescentou.

Justamente na reta final de seu compromisso (ele já pode assinar um pré-contrato com outro clube ao fim de outubro), Dagoberto tem apresentado seu melhor desempenho com a camisa são-paulina.

É o principal artilheiro do time na temporada, com 20 gols, e também o líder em assistências: no total, foram 14. "O ano passado foi bom, mas neste ano a confiança é maior. A bola passa muito no meu pé, coisa que era difícil de acontecer, eu fazia muito esforço para jogar", comparou Dagoberto. "Tenho ao lado jogadores de muita qualidade, que jogam com um estilo parecido com o meu."

Veja também:

linkMarlos e Piris reforçam o São Paulo no Olímpico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.