Daiane chega amanhã a Porto Alegre

"O ótimo desempenho da Dái é o reconhecimento de todo o seu esforço.Ela está há dois anos fora de casa e, quando vem - uma vez por mês -, fica apenas 12 horas. Não é fácil", dizia hoje, em Porto Alegre, Moacir dos Santos, pai da ginasta Daiane, campeã do solo na etapa de Stuttgart da Copa do Mundo de Ginástica Olímpica, que chega amanhã ao País. No sábado, quando ficou com o ouro, superando a russa Svetlana Korkhina, campeã olímpica e a romena Catalina Ponor, primeira do ranking da FIG, Daiane telefonou para o pai. "Estava eufórica, mal conseguia falar. Fiquei emocionado." Depois do resultado na Alemanha (um ouro e duas finais por aparelhos, com o sexto lugar nas barras assimétricas e o quinto no salto sobre o cavalo), Daiane, de 20 anos, está confusa sobre abandonar as competições após a Olimpíada de Atenas/2004 por causa da idade. "Ela ficou impressionada com a Svetlana, que tem 24." Para Moacir, o ucraniano Oleg Ostapenko, técnico da equipe brasileira permanente, é o responsável pelo sucesso da filha. "Ele construiu a carreira internacional dela. Sou muito grato a ele."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.