Daiane dá nome a movimento na ginástica

Daiane dos Santos, 20 anos, será a primeira brasileira a dar nome a um movimento de solo e entrar para a história da ginástica olímpica. Em parceria com o técnico ucraniano Oleg Ostapenko, da equipe permanente do Brasil, a ginasta desenvolveu o "duplo twist carpado", acrobacia que foi apresentada no Mundial de Anaheim, na Califórnia, que vai até domingo.O movimento recebeu a nota máxima do júri (Super E), que também constatou que Daiane é a única no mundo a executar o "Dos Santos".A atleta, descoberta aos 11 anos de idade quando brincava em uma pracinha em Porto Alegre, sua cidade natal, ficou emocionada. "Agora faço parte do livro da Federação Internacional de Ginástica e serei conhecida mundialmente. É uma grande vitória. Foram dois anos de muito esforço e superação."Daiane conseguiu a aprovação do movimento nas semifinais por aparelhos. "Não errei nenhum movimento. Estava tudo perfeito. Agora, quero estar bem na final", afirmou a ginasta, que ficou na terceira colocação no solo, com 9,512 pontos, atrás apenas de atletas da Romênia e da Espanha.No fim de semana, Daiane e Diego Hypólito disputam a final individual por aparelhos. Ele se classificou para as finais no solo (obteve a quinta posição, com 9.550 pontos) e salto sobre o cavalo (sétima posição, com 9.523 pontos).Na sexta-feira, na final individual geral feminina, o Brasil será representado por Camila Comin (19ª com 35.824 pontos) e Daniele Hypólito (21ª com 35.662).Daiane está bem preparada e confiante para mais uma vez entrar em cena. "Estou preparada e pretendo atingir uma boa pontuação. Quero acertar tudo como nas semifinais. Esse Mundial está sendo uma ótima oportunidade para mostrar meu talento", declarou a ginasta, ao se referir ao mal desempenho nos Jogos Pan-Americanos de São Domingos, em que só conseguiu medalha por equipe."Não fui bem no Pan, mas agora estou mostrando bastante preparo. Quis me poupar no Pan para estar bem agora. Essa competição é a mais importante para gente e não poderia desperdiçar a chance de conseguir uma boa colocação aqui", concluiu Daiane.

Agencia Estado,

20 de agosto de 2003 | 19h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.