Daiane dos Santos é flagrada em exame antidoping

A ginasta campeã do mundo em 2003 Daiane dos Santos foi flagrada em um exame antidoping para a substância furosemida, encontrada em medicamentos diuréticos, informou a Federação Internacional de Ginástica (FIG) nesta sexta-feira.

REUTERS

30 de outubro de 2009 | 12h44

Daiane, de 26 anos, foi submetida a um exame fora de competição, de acordo com comunicado no site da entidade. A ginasta, que se recupera de uma cirurgia no joelho, não disputa nenhum torneio desde os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008.

A FIG informou que o caso foi encaminhado à comissão disciplinar da federação, que vai julgar o processo. Daiane tem até o dia 13 de novembro para explicar sua posição.

Após a decisão da comissão disciplinar, a ginasta ainda poderá recorrer ao tribunal de apelação da FIG, acrescentou o comunicado.

Segundo o código da Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês), a suspensão indicada para o primeiro caso de doping de um atleta é de dois anos. Em caso de reincidência, a Wada defende a exclusão definitiva do esporte.

A brasileira, especialista nas provas de solo, foi campeã do mundo da modalidade em 2003 em Anaheim, nos Estados Unidos.

Daiane disputou os Jogos Olímpicos de Atenas 2004 e Pequim 2008. Na Grécia, ela chegou como grande favorita ao pódio, mas errou a execução de um salto na final e acabou em 5o lugar. Quatro anos depois, ela voltou à final olímpica e ficou em 6o.

(Por Pedro Fonseca)

Tudo o que sabemos sobre:
DOPINGDAIANE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.