Daiane fica em 4º na final de salto

A ginasta brasileira Daiane dos Santos ficou com a quarta colocação na prova de salto sobre cavalo da Copa do Mundo de Cottbus, na Alemanha - a primeira etapa da temporada 2004. Na prova disputada neste sábado, a brasileira conseguiu a média de 9.112 pontos. A medalha de ouro ficou com a atleta do Uzbequistão, Oksana Chusovitina, que conseguiu a média de 9.431. O pódio foi completado com duas ginastas norte-americanas: Sarah Shire ficou com a prata ao marcar 9.250 e Melanie Sinclair com o bronze, média de 9.174. Daiane acha que foi bem na prova deste sábado, mas admite que enfrentar a campeã mundial não é nada fácil. ?A Chusovitina é muito boa nesse aparelho. É muito difícil superá-la. Meus saltos foram muito bons, mas minha nota de partida é menor que a dela. No meu segundo salto apresentei um mortal carpado para frente , mas dei um pequeno passo na aterrissagem. O Oleg (Ostapenko) já está definindo o que vamos alterar no meu salto para que eu consiga uma nota melhor?, disse ela.Daiane fará neste domingo a final de solo. A ginasta se classificou em primeiro lugar com 9.675 pontos ao som de Rumba para Los Rumberos, mesma coreografia apresentada no Mundial de Anaheim, quando ficou com o ouro. ?Ainda não apresentarei amanhã (07) a coreografia nova (ao som de "Brasileirinho"). Ela ainda precisa ser aperfeiçoada. Farei a mesma de Anaheim, provavelmente sem o movimento novo, o duplo twist esticado. Estou muito confiante num bom resultado. Darei o melhor de mim para conquistar mais uma douradinha para o Brasil?, completou a ginasta gaúcha.Neste domingo acontecem as finais femininas no solo e trave e as finais masculinas no salto, paralela e barra fixa. O Sportv (canal 39) promete transmitir a competição a partir das 11h.Michel Conceição, que disputaria a final do solo neste sábado, sofreu uma contusão no tornozelo e não competiu.

Agencia Estado,

06 de março de 2004 | 11h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.