Daiane pára 6 meses, mas fala em 2012

Ginasta sonha ir a Londres, apesar da 3.ª cirurgia em seu joelho direito

Bruno Winckler, O Estadao de S.Paulo

22 de outubro de 2008 | 00h00

Daiane dos Santos afirmou ontem que seu joelho direito não suportava mais a seqüência de treinamentos e competições. Em entrevista coletiva no Clube Pinheiros, Daiane falou da cirurgia por que passará amanhã no Hospital Oswaldo Cruz para corrigir o problema crônico que a impedia de competir em alto nível. Será a terceira vez que esse seu joelho vai ser operado. "Será implantada uma placa de titânio para endireitar a perna da Daiane. Por causa dos impactos, o joelho dela ficou curvado", diz o ortopedista responsável pela cirurgia, Wagner Castropil. O médico estima que em seis meses Daiane poderá voltar a treinar.A ginasta conta que só não passou pela cirurgia antes para não ficar fora da Olimpíada de Pequim. "Depois de Atenas (2004) já comecei a sentir essa dor. Se fizesse a cirurgia antes, eu não poderia ir para Pequim e nós atletas aceitamos o sacrifício para estar numa competição dessas". Por causa da cirurgia, Daiane não competirá na Superfinal da Copa do Mundo de Ginástica em dezembro, em Madri, na Espanha. "Tinha até chance de vencer, mas em algum momento eu teria de abdicar de uma competição importante para chegar bem à próxima Olimpíada", disse a atleta de 25 anos, que escolheu fazer a cirurgia agora para não comprometer sua meta de chegar a Londres em 2012 em boas condições.LAÍS SOUZATambém amanhã Laís Souza passará por cirurgia no joelho. O procedimento é diferente do de Daiane e em um mês a ginasta já poderá voltar aos treinos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.