Daniel Zappe/CPB/MIPX
Daniel Zappe/CPB/MIPX

Daniel Dias conquista tetra dos 50 metros costas e amplia hegemonia

Nadador brasileiro brilhou mais uma vez no Mundial do México

Rafael Franco, enviado especial à Cidade do México, O Estado de S.Paulo

04 de dezembro de 2017 | 23h48

Maior nome dos esportes adaptados da história do Brasil, o astro Daniel Daniel ampliou mais uma de suas muitas hegemonias ao conquistar nesta segunda-feira à noite, na Piscina Olímpica Francisco Marquez, na Cidade do México, o tetracampeonato mundial da prova dos 50 metros costas na classe S5 no Mundial Paralímpico de Natação.

+ André Brasil ganha os 200m medley e conquista o 4º ouro no Mundial

Neste que é o seu quinto Mundial, ele manteve a invencibilidade na prova que começou a dominar a partir da edição realizada em Eindhoven, na Holanda, em 2010. Foi assim também em Montreal-2013 e Glasgow-2015. Em Jogos Paralímpicos, por usa vez, ele manteve a mesma rotina de vitórias nesta prova com o tricampeonato que veio com os ouros em Pequim-2008, Londres-2012 e Rio-2016.

Como já se acostumou a fazer em muitas de suas provas, Daniel Dias desta vez atropelou ao vencer os 50 metros costas com o tempo de 35s70, com quase cinco segundos de vantagem para o segundo colocado, que foi Tung Thanh, do Vietnã, com 40s36. O bronze ficou com o turco Beytullah Eroglu, com 42s05.

Este também foi o terceiro ouro do astro paralímpico brasileiro neste Mundial, no qual anteriormente ele já havia conquistado vitórias em uma prova dos 100 metros livre em sua categoria e também ao ajudar o Brasil a se garantir no topo do pódio no revezamento 4x100 metros livre.

Agora, com estes três triunfos na capital mexicana, Daniel Dias acumula um total de 27 ouros em Mundiais desde a sua primeira participação na competição, em Durban, na África do Sul, em 2006.

Tudo o que sabemos sobre:
Daniel Dias

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.