Daniele diz que volta à seleção em julho

Ainda afastada da equipe brasileira de ginástica artística, Daniele Hypólito passou por uma artroscopia no tornozelo direito, em São Paulo, na semana passada. A atleta do Flamengo disse que não divulgou que passaria pela operação "para não fazer alarde". Também disse que em julho será reintegrada à equipe permanente, que em novembro disputará o Mundial na Austrália. Daniele fez uma ressonância e então ela e a comissão técnica do Flamengo decidiram que a artroscopia era a melhor saída para acabar com dores que vinha sentindo. "Eram várias lesões antigas. A ressonância apontou que havia um fragmento solto no tornozelo, causado por várias torções. Todo mundo achou que a artroscopia seria o melhor procedimento." A cirurgia foi realizada no Hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo, pelo doutor Marcelo Filardi. Daniele garante que já está até treinando. "Não vou ficar de molho, não. Vou todos os dias aos treinos e faço a preparação física sem forçar o pé. Já estou treinando nas paralelas e daqui a uma semana volto aos treinos normais." Sobre a decisão de não divulgar que passaria por artroscopia - Daiane dos Santos também só divulgou uma operação no joelho direito depois de realizada, pouco antes da Olimpíada de Atenas/2004 -, Daniele declarou: "Nunca fui de falar quando estava machucada. Era uma cirurgia simples. Fiquei quieta e fiz o que tinha de fazer." O objetivo agora é voltar à equipe permanente - está afastada desde a etapa de São Paulo da Copa do Mundo, realizada em abril, quando discutiu com o técnico Oleg Ostapenko. "Volto em julho, porque a equipe virá treinar no Flamengo. Mas o clube me proibiu de falar sobre o assunto." Nenhum dirigente no Flamengo foi encontrado hoje para falar sobre a equipe brasileira treinar no clube, deixando por um período o CT em Curitiba, no Paraná. Daniele ainda disse que irá conversar com Oleg Ostapenko, quando o técnico voltar de férias, em 15 dias. "Como todos sabem, já pedi desculpas a ele através de uma carta. Estou muito tranqüila com relação a isso. Agora é conversar, porque estou ansiosa para voltar. Não tenho nenhuma mágoa dele nem de ninguém."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.