Daniele Hypólito abandona seleção

Às vésperas da etapa de São Paulo da Copa do Mundo de Ginástica - que começa nesta sexta-feira em São Paulo - Daniele Hypólito abriu uma crise na seleção brasileira. Nos treinos da manhã desta quinta-feira, ela não aceitou a decisão do técnico Oleg Ostapenko, que a cortou de dois aparelhos por entender que ela não estava conseguindo o rendimento desejado. Contrariada, a ginasta abandonou os treinos.Daniele se revoltou ao saber que não iria competir em dois aparelhos - paralelas e salto sobre o cavalo. Segundo o treinador, ela estava acima do peso e, talvez por isso, não estava conseguindo executar os exercícios como deveria. Chorando, ela deixou os treinos, foi embora do ginásio do Ibirapuera, onde a equipe treinava, e avisou que não iria mais disputar a etapa de São Paulo da Copa do Mundo.Em seguida, a ginasta reuniu-se com a diretoria da Confederação Brasileira de Ginástica para discutir o incidente e seu futuro na equipe. Logo depois da reunião, Daniele iria para Rio de Janeiro. Danielle será substituída por Ana Paula Rodrigues (trave) e Daiane dos Santos (Paralelas e Salto sobre o cavalo).Ainda não se sabe se Daniele vai continuar na seleção permanente do Brasil após a etapa deste final de semana.

Agencia Estado,

07 de abril de 2005 | 09h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.