Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Daniele Hypólito de volta à boa forma

Enquanto as atenções do mundo da ginástica se voltaram para Daiane dos Santos, Daniele Hypólito amargou o anonimato e aproveitou o tempo para reorganizar sua vida. Agora, a "Pequena Notável" está de volta e, o melhor, assegurou ter recuperado sua antiga forma, que poderá ser conferida sábado, quando disputará, em Curitiba, a seletiva brasileira às etapas alemã e francesa da Copa do Mundo da modalidade.Desde que conquistou a medalha de prata nos exercícios de solo e a quarta colocação na classificação geral no Mundial de Ghent, na Bélgica, em novembro de 2001, Daniele precisou conviver com as cobranças, além dos compromissos profissionais. Os problemas da mudança brusca culminaram, no ano passado, com uma contusão no tornozelo direito e a agenda cheia de atividades extra-esportivas.A ida para o Centro de Excelência de Curitiba, onde passou a treinar com o técnico da seleção olímpica, Oleg Ostapenko, também contribuiu para desestabilizar Daniele, porque o seu desejo era o de permanecer no Flamengo, com sua treinadora, Georgette Vidor. De volta ao Rio em 2004, modificou sua rotina para novamente brilhar na ginástica. "Consegui superar um momento difícil e chegou a hora de correr atrás do prejuízo", afirmou Daniele. "Estou bem, sendo acompanhada por uma boa equipe médica e fazendo um trabalho psicológico."Atenas - Para superar as dificuldades, Daniele precisou do "pulso firme" de Georgette que obrigou a empresária Marlene Mattos terminar com os excessos de compromissos profissionais da atleta, atualmente com cinco patrocinadores. A técnica informou ainda que a ginasta não está no auge de sua forma, objetivo previsto para os Jogos Olímpicos de Atenas. "Nos primeiros dias de janeiro a Daniele não estava motivada, mas conversamos, dei bronca e hoje está tudo bem", frisou Georgette. "No início, estava com dificuldade de perder peso, mas atingiu a meta, 44,7kg."Daniele lembrou que os feitos de Daiane foi essencial em sua recuperação, destacando o alívio por não estar pressionada pela obtenção de resultados. "Voltei à fase da minha carreira onde obtive resultados porque estava em forma e sem cobranças."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.