Gregory Bull /AP
Gregory Bull /AP

Daniele Hypolito repete irmão, cai no solo e decepciona

Foram duas falhas em aterrissagens e a nota de 11.900, a pior entre as 17 ginastas que participaram

AE, Agência Estado

29 de julho de 2012 | 07h22

Poucas horas depois do irmão, foi a vez de Daniele Hypolito ir ao tablado para a sua apresentação no solo nas eliminatórias da ginástica artística feminina dos Jogos de Londres. E, assim como fez Diego, a veterana de 27 anos, caiu em sua apresentação, neste domingo. Foram duas falhas em aterrissagens e a nota de 11.900, a pior entre as 17 ginastas que participaram da primeira subdivisão.

De forma geral, o Brasil decepcionou. Daniele, por exemplo, teve notas piores das que fez na final do individual geral no Mundial do ano passado em três dos quatro aparelhos. Só melhorou 0.043 pontos nas barras assimétricas.

Mesmo Bruna Leal, a mais regular das ginastas brasileiras, não foi bem. Nos quatro aparelhos, somou 52.765 pontos e agora vai ter que esperar o fim das outras quatro subdivisões, que só devem acabar por volta das 16h (de Brasília), para saber se vai à final do individual geral.

Classificada com a quarta vaga do Pré-Olímpico, o Brasil teria que se superar para ficar entre as oito melhores equipes em Londres. Não conseguiu isso e somou 161.295 pontos, que dificilmente será suficiente para chegar à final por equipes.

A única chance real de final é para Daiane dos Santos, no solo. A brasileira somou 14.166 pontos na sua apresentação e terminou a primeira subdivisão na liderança. Convocada de última hora para o lugar da machucada Adrian Gomes, Harumy de Freitas só competiu na trave, caiu, marcou 12.033 pontos, e teve sua nota descartada pelo Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.