Carol Coelho/CBAt
Carol Coelho/CBAt

Darlan Romani consegue vaga na final do arremesso de peso do Mundial de Atletismo

Brasileiro avança para a decisão com a nona colocação nas eliminatórias com 20,98m; Caio Bonfim é sexto nos 20km da marcha atlética

Redação, Estadão Conteúdo

16 de julho de 2022 | 10h28

Darlan Romani garantiu um lugar na decisão do Mundial de Atletismo de 2022, em Eugene, nos Estados Unidos. No primeiro dia de disputas, o atleta do arremesso de peso, uma das principais esperanças de medalha do Brasil na competição, não foi bem nas eliminatórias de sexta-feira. Ainda assim, Darlan passou para a próxima fase na nona colocação ao atingir marca de 20,98m. A final será neste domingo.

O campeão mundial indoor chegou a queimar o primeiro e o terceiro arremesso. A marca para classificação direta era de 21,20m. O segundo arremesso de 20,98m confirmou o brasileiro entre os 12 finalistas. Darlan reconheceu que não bem, mas celebrou o lugar na disputa por medalha.

"Era o último da série a arremessar, começou a fazer frio e perdi o aquecimento, a esfriar. Hoje classifiquei para a final, não fiz o que era para ter sido feito, mas consegui a classificação. Estou contando com a torcida de todos, do Brasil todo, vamos torcer para a gente", disse Darlan.

O Brasil ainda teve outros dois representantes na prova, Wellington Morais e William Dourado, mas nenhum deles conseguiu a classificação. Wellington ficou no 19º lugar, com 19,80m, e William ficou em 21º, com 19,73m. A noite de sexta-feira também teve três brasileiros nas preliminares dos 100m rasos masculinos e dois deles seguiram para as semifinais. Rodrigo Nascimento foi o terceiro de sua bateria, com 10s11, e foi o primeiro a se classificar. Erik Cardoso também ficou no terceiro lugar com tempo de 10s18, garantindo vaga na semifinal. Já Felipe Bardi fez 10s22 e ficou em quinto em sua bateria, sendo eliminado.

Outros brasileiros em ação

Caio Bonfim disputou medalha na marcha atlética, mas não conseguiu bater os favoritos. Ele terminou em sexto, com tempo de 1 hora, 19 minutos e 51 segundos. Na eliminatória de lançamento de martelo, Allan Wolski ficou em 26º e fora da final. Mariana Marcelino ficou em 25º e também não avançou.

Thiago Moura não se classificou para a final do salto com altura. Na Samory Fraga ficou longe dos finalistas no salto em distância. O mesmo aconteceu com Tiffani Marinho, Tabata Vitorino, Vitor Hugo de Miranda e Douglas Mendes no 4x400m misto. Na outra prova de pista, Altobelli da Silva não competiu nos 3000m com obstáculos após não conseguir embarcar a tempo. Fernando Ferreira também ficou de fora das disputas no salto em altura por problemas para tirar o visto.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.