De mão em mão

QUADRASMire: é difícil encontrar uma turma para começar. Arremesse: mas você pode se enturmar no Sesc Vila Mariana ou no Ibirapuera Muita gente conhece dos tempos de escola, várias pessoas gostam, mas quem já procurou lugares para praticar handebol em São Paulo sabe que a busca é difícil. Não que eles não existam. O problema é que o esporte geralmente fica ?escondido? nas grades de recreação de alguns clubes.Gustavo Novaes, 24 anos, frequentador da recreação de handebol no Sesc Vila Mariana e das ?peladas? do Parque do Ibirapuera, revela o segredo: o complicado é encontrar a primeira turma. "Depois, você vai conhecendo as pessoas e elas indicam outros lugares." Com o boca-a-boca, o jogo vem ganhando adeptos. No próprio Sesc Vila Mariana, única unidade com horários semanais dedicados à prática, o handebol, que surgiu como esporte ?pouco conhecido?, já reúne 30 pessoas para os jogos de sábado de manhã. Para que todos possam entrar em quadra, explica o monitor Ivanilson Nascimento, algumas regras foram criadas: as partidas acabam após o quinto gol, um time não pode ficar mais de três jogos em campo e as equipes têm de ser mistas. "Assim, todo mundo joga ao menos 10 minutos."Se o tempo é pouco para você, experimente se unir à turma do Ibirapuera, que treina aos sábados e domingos. E, se gostar da brincadeira, os treinos podem render partidas oficiais. Nos dois lugares, há integrantes de times amadores de handebol. Com um pouco de prosa, você pode descobrir vagas em equipes quase profissionais e, quem sabe, ?vender? seu passe.Parque do Ibirapuera. Av. IV Centenário, 1.268 (perto da Pça. do Porquinho), V. Mariana. Dom., 10h. Grátis.Sesc Vila Mariana. R. Pelotas, 141, V. Mariana. Sáb., 11h30/ 13h. Grátis (com carteirinha).Na direção do golDois times, sete jogadores de cada lado e um só objetivo nos dois tempos de 30 minutos: fazer gol. Se isto é tudo o que você recorda do esporte dos tempos de escola, é bom relembrar algumas regrinhas antes de sair quicando a bola. E, claro, saber se você está preparado para levar o (exaustivo) jogo até o fim.CorraA agilidade no ataque e na defesa requer boa capacidade aeróbica.ResistaCorrer, parar, saltar e arremessar, quase tudo ao mesmo tempo. É preciso ter resistência física para chegar ao fim da partida.PulePular mais alto faz toda a diferença, tanto no ataque como na defesa. Por isso, é preciso ter potência muscular.Equilibre-se}Boa parte dos lances exige apoio em uma perna, enquanto a outra ajuda no impulso. Ou seja, equilíbrio é fundamental.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.