De olho em Muricy, Flu encara Lusa no Canindé

A Portuguesa já espera contar hoje com o zagueiro Maurício, que chegou do Grêmio e foi apresentado ontem, no duelo com o Fluminense, no Canindé, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Sem o zagueiro Preto Costa e o meia Celsinho, suspensos, o técnico Vágner Benazzi terá o retorno dos volantes Gláuber e Marcos Paulo. Além deles, o volante Marco Antonio e o experiente meia Athirson, recuperado de lesão no joelho esquerdo, também podem reaparecer no time.

, O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2010 | 00h00

No Fluminense, os boatos já começaram sobre uma possível substituição do técnico Cuca por Muricy Ramalho, o que pode ocorrer em caso de queda diante da Portuguesa. "O Fluminense é um time grande e, quando não se chega à decisão, a cobrança existe. O que me mantém no Fluminense é o ambiente, o trabalho diário e, por mais incrível que pareça, o futebol bonito que o time joga", declara o treinador.

Cuca perdeu a paciência com o lateral Julio Cesar, destaque do Goiás no último Brasileiro e o tirou do time titular. Marquinho vai substituí-lo.

A rodada tem ainda como destaque o reencontro entre o técnico Silas, do Grêmio, e seu ex-clube, o Avaí, em Porto Alegre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.