Divulgação/CPB
Divulgação/CPB

De olho na Paralimpíada de Tóquio, CPB anuncia parceria com empresa japonesa

Entidade paralímpica terá apoio de multinacional na preparação para os Jogos de Tóquio, em 2020

Redação, Estadão Conteúdo

07 de maio de 2019 | 12h18

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) anunciou de forma oficial nesta terça-feira uma parceria com a empresa japonesa Ajinomoto. A multinacional será apoiadora oficial da entidade até dezembro do próximo ano, quando se encerrará o atual ciclo do esporte paralímpico do Brasil, cujo principal objetivo é a disputa da Paralimpíada de Tóquio-2020.

A grande competição ocorrerá entre os dias 25 de agosto e 6 de setembro do ano que vem na capital japonesa. E o acordo com a multinacional prevê o suporte ao CPB no que diz respeito à nutrição e aos benefícios da ingestão de aminoácidos para atletas de alto rendimento.

"O esporte é uma poderosa ferramenta de inclusão social e de respeito ao cidadão, e os Jogos Paralímpicos chamam a atenção global para os desafios, a garra e o poder de superação dos atletas paralímpicos em todo o mundo", disse Mizael Conrado, presidente do CPB e bicampeão paralímpico de futebol de 5 (para cegos) nesta terça-feira. "O apoio de uma grande empresa como a Ajinomoto do Brasil nos enche de orgulho e reforça a seriedade do nosso trabalho para que cada vez mais os pódios sejam verdes e amarelos", reforçou o dirigente, por meio de comunicado divulgado pela entidade.

Com sua matriz sediada justamente em Tóquio, a Ajinomoto atua nas indústrias alimentícia, cosmética, farmacêutica, de nutrição e de agronegócios. E a empresa já patrocina desde 2003 o Comitê Olímpico Japonês e atua no Projeto Vitória, que oferece suporte nutricional aos atletas do país.

"A partir de agora, reforçaremos ainda mais nosso apoio ao esporte nacional, apoiando também os paratletas brasileiros. Vamos aplicar a experiência que temos em nutrição e aminoácidos nessa jornada paralímpica", prometeu Masayoshi Kurosaki, presidente da Ajinomoto do Brasil. "Queremos traduzir na prática nossa mensagem corporativa 'Alimente-se Bem, Viva Bem', ao lado desses grandes heróis", completou.

A empresa japonesa já havia sido anunciada de forma oficial, no último dia 27 de março, também como nova patrocinadora do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). O acordo firmado com a entidade também é válido até dezembro de 2020 e visou principalmente a Olimpíada de Tóquio, que será entre 24 de julho e 9 de agosto do próximo ano.

Para a próxima Paralimpíada, o CPB estabeleceu como meta manter o Brasil no Top 10 do quadro de medalhas, o que foi conquistado pela equipe nacional nos Jogos Paralímpicos do Rio, em 2016, com 72 pódios. Foram 14 ouros, 29 pratas e 29 bronzes, desempenho que assegurou ao País a oitava posição na classificação geral da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.