De olho na ponta, Inter recebe o Cruzeiro

Colorado, com apoio maciço da torcida, chega ao topo se ganhar e o Palmeiras tropeçar

, O Estadao de S.Paulo

13 de setembro de 2009 | 00h00

O Internacional enfrenta o Cruzeiro hoje, às 16 horas, no Beira-Rio, com a perspectiva de chegar à liderança do Campeonato Brasileiro. Segundo colocado, com 43 pontos, o clube gaúcho torce para que o líder Palmeiras, com um a mais, tropece diante do Vitória em Salvador.

Além do clima favorável pela série recente de bons resultados e pelo apoio da torcida, que promete lotar o Beira-Rio, o técnico Tite poderá montar o meio-campo que fez sucesso no primeiro semestre e que não joga junto desde 3 de junho.

Com a volta de Sandro, liberado da seleção sub-20, o Inter terá ao lado do volante um quarteto forte, completado por Magrão, Guiñazu e D''Alessandro.

O meia Andrezinho está recuperado de contusão, mas deve voltar a disputar posição aos poucos, entrando no segundo tempo. O lateral Bolívar está suspenso e será substituído por Danilo Silva. Para tentar vencer o Cruzeiro, o Internacional treinou muito durante a semana a marcação por pressão da saída de bola adversária e a troca de passes rápidos na transição da defesa para o ataque.

Já o Cruzeiro espera recuperar em Porto Alegre os pontos perdidos na derrota de virada por 2 a 1 para o São Paulo, no Mineirão, na última rodada. A partida é um novo desafio para o grupo celeste, que viveu uma semana conturbada.

O presidente Zezé Perrella precisou vir a público negar especulações sobre um suposto ambiente ruim entre alguns jogadores e o técnico Adílson Batista. O próprio Adilson, irritado, tratou do assunto. "Pergunta se o Fábio reclama de mim. Vê se o (Marquinhos) Paraná reclama, o Fabrício, o Kléber", reclamou o treinador. "Com a gente é preto no branco." O Cruzeiro soma 29 pontos e uma nova derrota o deixa mais distante da meta de chegar ao G-4. Vencer hoje é fundamental.

Com seu lugar no G-4 ameaçado, o Goiás enfrenta o Barueri às 18h30, na Arena, para voltar a vencer como visitante no Campeonato Brasileiro. Derrotado nas últimas três vezes que jogou longe de Goiânia, o time do técnico Hélio dos Anjos aposta no retorno do meia-atacante Fernandão para surpreender o bom retrospecto dos donos da casa diante de sua torcida.

Em 4º lugar, com 39 pontos ganhos, o Goiás é seguido de perto por Atlético-MG ( 37 pontos) e Corinthians (36). Há nove rodadas o time goiano figura entre os quatro melhores.

Fernandão cumpriu suspensão pela expulsão contra o Inter. Voltará na posição de meia, no lugar de Léo Lima. O volante Everton também entra no meio-campo, substituindo Ramalho.

No Recife, o Náutico recebe o Grêmio, às 18h30, para tentar seguir fora da zona de rebaixamento. O time gaúcho busca o fim de um jejum incômodo: ainda não venceu como visitante.

No Mineirão, às 16 horas, acontece o jogo dos Atléticos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.