De olho no Inter, Mano prega atitude mais madura

Mano Menezes mede as palavras, não gosta de promessas ou de falar de jogo que não seja o próximo. O Corinthians enfrenta o Atlético-PR sábado, em Curitiba, mas o treinador sucumbiu e entrou para a turma do "pensamento 24 horas no Inter". O confronto com os gaúchos não sai de sua cabeça.Derrotado diante do Sport em 2008, Mano fez questão ontem de mandar um recado aos corintianos que estão preocupado com um desfecho parecido. O time também levou vantagem de dois gols para o confronto decisivo e saiu de campo sem o título. "Acho que muita coisa será parecida, como o ambiente mais favorável aos donos da casa, mas posso garantir ao corintiano que a nossa postura vai ser diferente", afirma.Naquele 11 de junho, o time entrou em campo com um sentimento de "já ganhou", pouco agrediu o rival e saiu derrotado. "A grande lição daquela final é que, em decisões de 180 minutos, não basta jogar bem os primeiros 90. Agora, estamos mais bem preparados para brigar pelo título", enfatiza Mano. Com razão. Aquele time estava sendo montado para a disputa da Série B no segundo semestre. O de agora está pronto desde o ano passado e foi preparado para buscar o título. "Estamos com um grupo mais forte, mais maduro. Agora temos o Cristian, o Elias e o Douglas, um meio totalmente diferente daquele", frisou. Jorge Henrique e Ronaldo também são novidades. "E o nosso lateral-direito era o Carlos Alberto. O Alessandro jogava no meio." O jogador, hoje ala, tem feito boas apresentações no time.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.