De técnico novo, Ceará terá estádio lotado

Estevam Soares assume comando do time, que é vice-líder do Brasileiro e que terá hoje maior público após retorno à elite nacional

Anelso Paixão, O Estado de S.Paulo

14 de julho de 2010 | 00h00

Com a certeza de maior público em sua volta à elite do futebol brasileiro, o Ceará recebe o Corinthians, hoje, às 21h50, no Castelão. Nem os desfalques do zagueiro Anderson (suspenso pelo terceiro cartão amarelo) e do volante Heleno (cumpre a segunda partida pela expulsão contra o Avaí-SC), diminuem a empolgação da torcida e do time, que terá a estreia do técnico Estevam Soares. Ele substitui Paulo César Gusmão, que foi para o Vasco.

Até ontem, mais de 30 mil ingressos já haviam sido vendidos, dos 49.400 colocados à venda. O maior público até o momento foi registrado contra o Avaí, pela 6.ª rodada, dia 2 de junho, na comemoração do aniversário do clube.

Vice-líder do Campeonato Brasileiro, ao lado do próprio Corinthians (ambos com 17 pontos), o time faz campanha surpreendente em seu retorno à elite nacional após 16 anos. Para o presidente Evandro Leitão, porém, nenhuma surpresa. "Fazer uma campanha neste nível não nos surpreende, tanto pela qualidade do grupo quanto pela seriedade com que o clube vem sendo gerido", diz. As previsões pessimistas de que o time não conseguirá sustentar essa posição por muito tempo também não preocupam. "No ano passado, quando estávamos entre os primeiros da Série B, também diziam isso, e acabamos subindo."

Nem mesmo a troca de treinador com o time na liderança é vista como problema. "Isso faz parte do futebol. É uma demonstração clara de que estamos fazendo boa campanha e nossos profissionais estão chamando a atenção", avaliou Leitão.

O novo treinador optou por um time ofensivo, com Geraldo fazendo a ligação entre o meio e o ataque, e os laterais Oziel e Ernandes livres para apoiar, já que três volantes estão escalados (Michel, Careca e João Marcos).

No lugar de Anderson entra Jorge Luís, e Careca substitui Heleno na equipe titular. Durante a parada para a Copa do Mundo, o clube contratou o zagueiro Erivelton (Sertãozinho) e o meia Camilo (Santo André). /COLABOROU CARMEN POMPEU

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.