De virada, Equador elimina o Brasil no futebol masculino

Foi um Maracanazzo versãosub-17. Os meninos do Brasil foram derrotados pelo Equador por4 x 2, neste sábado, e deram adeus aos Jogos Pan-Americanosjustamente quando o futebol chegou a seu maior palco carioca, oMaracanã. Gritos de "timinho" e "time sem vergonha" foram a tristetrilha sonora entoada pelos torcedores que praticamente lotaramo estádio com capacidade para 90 mil pessoas após Ochoa termarcado o quarto gol equatoriano, aos 40 minutos do segundotempo, selando a eliminação do Brasil. O resultado deixa o Brasil em segundo lugar no Grupo A, comseis pontos em três jogos, um ponto a menos que o Equador. Oregulamento do Pan prevê a classificação para as semifinais dovencedor dos três grupos e o melhor segundo colocado, que foi oMéxico, com sete pontos no Grupo B. Após duas vitórias tranquilas no estádio João Havelangesobre Honduras (3 x 0) e Costa Rica (2 x 0), o Brasil deusinais de que venceria também o rival sul-americano quando Alexabriu o marcador do jogo, aos 25 minutos. Mas um gol contra deFabio no fim do primeiro tempo deu o empate aos visitantes. Logo aos dois minutos do segundo tempo, Edmundo Zuracolocou o Equador em vantagem, e Jefferson Montero ampliou aos16. O Brasil chegou a descontar com Júnior, aos 36, levando atorcida a acreditar no empate que classificaria o time, masPablo Ochoa fechou o marcador numa jogada de contra-ataque. Maracanazzo foi o nome dado pelos uruguaios à vitória sobreo Brasil na final da Copa do Mundo de 1950, no Maracanã,resultado considerado até hoje o maior desastre da história dofutebol brasileiro. As semifinais do futebol no Pan serão disputadas porJamaica x México e Equador x Bolívia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.