Débora Fernanda perde para canadense no tae kwon do

Confronto empata por 3 a 3 e decisão fica para os juízes

Bruno Chazan, do estadao.com.br

15 de julho de 2007 | 11h00

Apesar do apoio do público, a lutadora brasileira Débora Fernanda da Silva Nunes acabou derrotada neste domingo pela canadense Shannon Dondie por decisão dos juízes, após empate por 3 a 3, em duelo realizado no Pavilhão 4A do Riocentro, pela categoria 57 kg.Débora começou a luta muito nervosa, mas se recuperou no final do primeiro round. Porém, a brasileira não conseguiu sustentar a vantagem no terceiro round e a decisão foi para os juízes, que decidiram pela canadense, que mostrou mais iniciativa no round extra."Estou muito triste, pois estava confiante", contou a brasileira. "Tentei dar tudo de mim, mas infelizmente não deu. Os juízes são superiores e optaram pela canadense."A brasileira era uma das esperanças de medalha. No ano passado, Débora se destacou ao se sagrar campeã nos Jogos sul-americanos de Buenos Aires. Ela, que tem 24 anos, começou a praticar o tae kwon do em 1996.Ainda neste sábado, será a vez de Diogo Silva lutar pela categoria até 68 kg. Ele é um dos principais atletas brasileiros na categoria ao lado de Natália Falavigna.Técnico entra com recursoO técnico brasileiro Fernando Madureira mais uma vez contestou o resultado dos juízes e decidiu apresentar recurso na luta de Débora. Segundo o treinador, Débora atacou cinco vezes no tempo extra, contra duas da canadense."Ela ganhou a luta nitidamente. Não podemos permitir decisões desse tipo em nosso País", contou o técnico, que comparou a luta de Débora à de Márcio Wenceslau, que perdeu o ouro para o porto-riquenho Gabriel Mercedes."A luta deste domingo foi muito pior. A decisão do Márcio foi duvidosa, mas na da Débora, o erro dos juízes foi clamoroso. Não tenho dúvida nenhuma."

Tudo o que sabemos sobre:
Pan 2007tae kwon do

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.