Marcos Arcoverde/Estadão
Marcos Arcoverde/Estadão

Declaração de Gisele Bündchen já causou mal-estar para Tom Brady

Modelo brasileira culpou companheiros de equipe do jogador por derrota no Super Bowl em 2012

O Estado de S.Paulo

04 Fevereiro 2017 | 17h00

Tom Brady já esteve no Brasil em algumas oportunidades. Suas aparições mais marcantes foram no carnaval de 2011, quando Gisele Bündchen foi um dos destaques da escola de samba Unidos de Vila Isabel, e na despedida da top brasileira das passarelas, no São Paulo Fashion Week, em 2015.

Neste mesmo ano, mister Brady revelou que se sente no Brasil toda vez em que a família está conversando em português. "Minha mulher só fala português com nossos filhos. Na nossa casa, têm pessoas que tomam conta do lar que são brasileiras, minha mulher meio que importou o Brasil para cá. Eu me sinto em São Paulo". 

Mesmo sem dominar muito bem o idioma, o jogador contou qual é sua frase preferida. "Muitas vezes eu sei o contexto e consigo decifrar. Minha frase favorita é 'Papai não sabe de nada'."   

Já a brasileira também é presença constante nas partidas de futebol americano. Mas em 2012, o que serve como uma forma de apoio entre eles, causou um grande mal-estar. Após derrota do Patriots para o New York  Giants, naquele ano, um grupo de torcedores rivais foi provocar a modelo, que retrucou culpando os companheiros de Brady pelo resultado de 21 a 17.

"Você precisa pegar a bola quando é para você pegar a bola. Meu marido não pode lançar a bola e pegá-la ao mesmo tempo. Eu não posso acreditar que deixaram a bola cair tantas vezes", muito provavelmente falando das falhas dos wide receivers Wes Welker e de Aaron Hernandez, numa bela cornetada. 

 

A declaração repercutiu negativamente até mesmo do lado vencedor. Incomodado, o running back Brandon Jacobs retrucou dizendo que a brasileira precisava apenas "continuar bonita e calar a boca". 

O fato já está superado e Brady fez questão de elogiar a amada antes de mais uma decisão. "Eu sou abençoado por encontrá-la. É uma mulher maravilhosa, uma parceira maravilhosa. Ela faz tudo por mim". 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.