Definição do revezamento sai amanhã

A última dúvida quanto à definição do time titular do revezamento 4x100m rasos masculino será tirada nesta segunda-feira. Edson Luciano Ribeiro será submetido pelo técnico Jayme Netto a um teste final com m dois tiros de 120 metros, e garantirá a vaga como segundo homem se provar que está recuperado de uma inflamação na próstata. Do contrário, corre Jarbas Mascarenhas. Já estão definidos André Domingos e Vicente Lenilson, como terceiro e quarto corredores do time. Nesta prova, o Brasil conquistou medalha nas duas últimas edições dos Jogos Olímpicos: bronze em Atlanta-96 e prata em Sydney-2000. Em Atenas, as duas baterias da semifinal estão marcadas para sexta-feira. A final será no sábado.Edson Luciano viajou do Brasil para Huelva, na Espanha, local escolhido para a aclimatação brasileira, sentindo dores na perna. A princípio, pensou em uma inflamação no púbis, mas, após uma consulta a um urologista, chegou-se ao diagnóstico final. O atleta ficou se recuperando nas três semanas em que a equipe brasileira esteve na cidade espanhola. ?Ele treinou na Espanha e, se estiver bem, corre. O Edson é o mais experiente entre todos no revezamento e também está mais entrosado com o pessoal. Do contrário, entra o Jarbas abrindo o revezamento e o Cláudio (Roberto Sousa) fica como segundo homem", disse Jayme, que também elogiou o desempenho de Jarbas Mascarenhas nas eliminatórias dos 100m rasos. ?Achei que ele correu bem, principalmente porque ainda é novo (23 anos) e está disputando seus primeiros Jogos Olímpicos.? Na opinião do treinador brasileiro, a equipe do 4x100m está mais homogênea do que há quatro anos. ?Nós tínhamos o Claudinei na melhor fase da sua carreira e os outros três um pouco mais abaixo. Agora, todos estão mais próximos. Acredito que podemos correr novamente abaixo dos 38 segundos aqui. No Ibero-americano de Huelva corremos sem marca de risco (38s62). Foi uma estratégia minha. Não queria criar uma grande expectativa em torno deles?, declarou Jayme Netto. Em Sydney, o Brasil conquistou a medalha com o tempo de 37s90, baixando pela primeira vez dos 38s.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.