Felipe Trueba/EFE
Felipe Trueba/EFE

Del Bosque confirma titulares e dá chance a Valdés no gol da Espanha

A equipe tem o mlehor ataque da competição até o momento com 12 gols

FERNANDO FARO - Enviado especial, Agência Estado

22 de junho de 2013 | 20h25

FORTALEZA - Depois de mandar a campo o time reserva contra o Taiti, a Espanha voltará com força máxima no seu compromisso diante da Nigéria, válido pela terceira rodada do Grupo B da Copa das Confederações. Na partida deste domingo na Arena Castelão, Vicente del Bosque confirmou que voltará a escalar o que tem de melhor à disposição.

A única exceção será a entrada de Victor Valdés no gol na vaga de Casillas, completando o rodízio de goleiros nesta primeira fase (Reina, o outro reserva, jogou contra o Haiti). De resto, a equipe será a mesma que iniciou o jogo contra o Uruguai na estreia. Além de Valdés, o time terá Arbeloa, Piqué, Sergio Ramos e Alba; Busquets, Xavi, Iniesta e Fàbregas; Pedro e Soldado.

Com campanha irretocável até aqui, a Espanha tem o melhor ataque (12 gols) e a melhor defesa (sofreu apenas um tento). Para Vicente del Bosque, os números apenas comprovam que a equipe encontrou o balanço ideal.

"Se pudermos definir nossa seleção com uma palavra certamente não é defensiva. Valorizamos bastante a posse de bola e acredito que isso seja um dos fatores para nossa defesa atravessar esse bom momento, se o adversário não tem a bola não pode nos agredir", explicou.

O treinador acredita também que a Espanha não tem a torcida contra si e receberá apoio das arquibancadas. Para ele, o incentivo dos brasileiros ao Taiti foi fruto da simpatia despertada pela delegação da Oceania e pela tendência de muitas vezes se torcer pelo mais fraco.

"Não acho que o Maracanã estava contra a Espanha e sim com o Taiti por motivos óbvios. Acho que eles vão querer que passe de fase quem pratique um melhor futebol e espero que tenhamos a competência para que sejamos nós", projetou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.