Del Potro abre sua temporada com vitória sobre Kevin Anderson em Delray Beach

Depois de resolver prolongar a sua pré-temporada e ficar fora dos torneios do início deste ano, entre eles o Aberto da Austrália, Juan Martín del Potro finalmente abriu 2017, em jogo encerrado apenas na madrugada desta quarta-feira (no horário de Brasília). E o astro argentino começou a sua temporada de forma positiva ao superar o sul-africano Kevin Anderson por 2 sets a 0, com duplo 6/4, em sua estreia no Torneio de Delray Beach, nos Estados Unidos.

Estadao Conteudo

22 Fevereiro 2017 | 11h02


Sétimo cabeça de chave do ATP 250 norte-americano realizado em quadras duras e hoje 42º colocado do ranking mundial, Del Potro precisou de apenas 1h26min para derrotar o atual 75º tenista do mundo. Assim, o ex-Top 10 se credenciou para enfrentar na segunda rodada o bósnio Damir Dzumhur, 79º da ATP, que na última terça-feira abriu sua campanha na Flórida passando pelo russo Konstantin Kravchuk com parciais de 6/3 e 6/4.


Nesta partida diante de Anderson, veterano de 30 anos de idade que foi campeão em Delray Beach em 2012 e vice em 2014, Del Potro chegou a levar um susto ao sofrer uma queda logo no primeiro game que provocou um corte no seu joelho. Entretanto, ele superou o problema com autoridade ao confirmar todos os seus saques no jogo e ao aproveitar duas de seis chances de quebrar o serviço do adversário para conquistar o seu triunfo em sets diretos.


Campeão em Delray Beach em 2011, Del Potro não disputava uma partida desde quando ajudou a Argentina de forma decisiva a conquistar o histórico título da Copa Davis na final contra a Croácia, fora de casa, no final de novembro.


Naquela ocasião, Del Potro conseguiu uma vitória épica sobre Marin Cilic, atual sexto colocado do ranking mundial, e também derrotou Ivo Karlovic nos dois confrontos de simples que disputou na série melhor de cinco partidas da decisão entre os dois países.


Assim, Del Potro liderou a sua equipe rumo ao inédito título para a Argentina e fechou uma temporada de redenção em grande estilo. Depois de amargar dois anos anteriores nos quais jogou muito pouco por causa de sérias lesões no punho, ele também conquistou a medalha de prata olímpica nos Jogos do Rio, em 2016, ano em que também avançou às quartas de final do US Open e ganhou o Torneio de Estocolmo.

Mais conteúdo sobre:
tênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.