Del Potro e Goffin avançam às quartas de final em Munique

Os principais candidatos ao título do Torneio de Munique que entraram em quadra nesta quinta-feira avançaram às quartas de final. Foram os casos dos quatro cabeças de chave que jogaram, com destaque para o belga David Goffin, além do argentino Juan Martin del Potro, campeão do US Open de 2009.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

28 de abril de 2016 | 15h45

Cabeça de chave número 1 e 13º colocado no ranking da ATP, Goffin avançou ao derrotar o dominicano Victor Estrella Burgos, número 82 do mundo, de virada, com parciais de 5/7, 6/3 e 6/2. Goffin foi um dos quatro tenistas que estrearam apenas na segunda rodada do ATP 250 alemão, disputado em quadras de saibro, e venceu uma partida com dez quebras de serviço, seis delas obtidas pelo belga.

O seu próximo adversário vai ser o local Alexander Zverev, 49º colocado no ranking e oitavo cabeça de chave, que superou o checo Lukas Rosol (65º) por 6/3 e 6/4. o potente saque da revelação alemã foi decisivo para o triunfo, tanto que ele venceu 31 dos 32 pontos disputados no primeiro serviço.

Em duelo entre tenistas alemães, Philipp Kohlschreiber, quarto cabeça de chave e número 27 do mundo, venceu fácil Florian Mayer (267º) por 6/3 e 6/2. O seu adversário nas quartas de final vai ser o argentino Juan Martin del Potro, hoje apenas o número 337 do mundo, que superou o alemão Jan Lennard Struff (112º) por 6/2, 3/6 e 6/2.

Esta foi apenas a segunda vitória de Del Potro em jogos disputados em quadras de saibro nos últimos três anos. O argentino está fazendo novo regresso às quadras após se recuperar de grave lesão no pulso. Ele controlou o primeiro set, caiu no segundo, mas retomou o ritmo forte no terceiro. Del Potro desperdiçou quatro match points quando o placar estava em 5/1, mas fechou o jogo no game seguinte.

O italiano Fabio Fognini, 30º colocado no ranking e quinto cabeça de chave, progrediu em Munique ao superar o casaque Mikhail Kukushkin (88º) por 6/3 e 7/5 e agora terá pela frente o eslovaco Jozef Kovalik (139º), que entrou na chave em substituição ao lesionado Gael Monfils e bateu o holandês Igor Sijsling (131º), que veio do qualifying, por 6/3 e 6/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.