Demoliner perde na final e fica com o vice nas duplas em Bastad

O sonho do brasileiro Marcelo Demoliner de conquistar seu primeiro título no circuito da ATP terminou neste domingo. O tenista e o australiano Marcus Daniell foram facilmente derrotados na final da chave de duplas do Torneio de Bastad pelos espanhóis Marcel Granollers e David Marrero por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3, e tiveram que se contentar com o vice.

Estadão Conteúdo

17 de julho de 2016 | 12h21

O favoritismo estava mesmo do lado de Granollers e Marrero, que entraram no torneio sueco como cabeças de chave número 2. Demoliner e Daniell eram os quartos favoritos da competição e haviam perdido somente um set nas três primeiras partidas até a final deste domingo.

Mas na decisão, falou mais alto a experiência de Granollers e Marrero, que souberam controlar o ritmo do adversário e salvaram as quatro oportunidades de quebra que cederam. Por outro lado, aproveitaram quatro dos cinco break points a seu favor para fechar a partida.

O domingo, aliás, foi todo espanhol nas quadras de Bastad. Na decisão de simples, dois tenistas do país se enfrentaram, e quem levou a melhor foi o cabeça de chave número 3, Albert Ramos-Vinolas, que faturou o título ao fazer 2 sets a 0 sobre o compatriota Fernando Verdasco, com parciais de 6/3 e 6/4.

O triunfo deu o primeiro título da carreira ao número 35 do mundo na ATP, aos 28 anos. Pior para o experiente Verdasco, de 32 anos. O 59.º colocado do ranking perdeu a chance de faturar seu oitavo troféu de simples, que seria o segundo em 2016.

HAMBURGO - No Torneio de Hamburgo, quem comemorou foi o eslovaco Martin Klizan. Cabeça de chave número 7, ele superou com facilidade o terceiro favorito da competição, o uruguaio Pablo Cuevas, por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/4, e faturou seu quinto troféu de simples no circuito, o segundo este ano.

Número 47 do mundo, Klizan precisou de menos de uma hora para confirmar as quatro oportunidades de quebra que teve e fechar com extrema tranquilidade. Já Cuevas, 24.º do ranking, pôde ao menos celebrar mais uma final em meio a um bom ano, no qual já foi campeão em duas oportunidades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.