Denílson será julgado mais uma vez

Volante corre risco de não enfrentar o Ceará, sábado, no Morumbi, se o STJD não acatar seu recurso de defesa

, O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2011 | 00h00

O volante Denilson terá seu recurso julgado hoje no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O jogador foi suspenso por dois jogos como punição pela expulsão contra o Coritiba.

Se o STJD não aceitar as alegações da defesa, o jogador terá que cumprir mais um jogo de suspensão e fica fora do confronto com o Ceará, sábado, no estádio do Morumbi.

Mas a ironia deste caso é que, indiretamente, é o próprio São Paulo o culpado pela possível ausência do jogador.

Como o clube entrou com pedido de recurso, Denilson não cumpriu o segundo jogo de suspensão ainda graças ao efeito suspensivo concedido pelo tribunal até a data do julgamento.

O problema é que, como se machucou logo depois de ser punido, Denilson ficou fora dos jogos do time no Brasileiro e, caso não houvesse o efeito suspensivo a seu favor, a pena já teria sido cumprida.

Se o volante for condenado e não puder jogar, Adilson Batista deve escalar Rodrigo Caio no lugar de Carlinhos Paraíba, que está suspenso. Ontem o técnico comandou um treino no Morumbi, mas com apenas 18 jogadores, já que o São Paulo teve quatro convocados para a seleção brasileira. No treino, Adilson colocou Denilson no time titular.

No ataque, onde o desfalque é Dagoberto, também suspenso, Adilson testou Henrique como titular. Mas ainda há a possibilidade de escalar Marlos, Rivaldo ou até Willian José. A reestreia de Luis Fabiano está descartada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.