Dentinho é absolvido e joga; Parreira faz mistério

Atacante consegue efeito suspensivo e reforça Corinthians. Técnico do Flu muda estratégia

Bruno Lousada, Sílvio Barsetti e Vítor Marques, RIO, O Estadao de S.Paulo

20 de maio de 2009 | 00h00

O técnico Mano Menezes ganhou um reforço de última hora ontem. O Corinthians conseguiu efeito suspensivo da punição de três jogos imposta ao atacante Dentinho pela cotovelada em Rafael Moura, do Atlético-PR, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, e o jogador estará em campo hoje, ao lado de Jorge Henrique e Ronaldo.O treinador comandou um treino fechado para a imprensa antes do duelo contra o Fluminense, ontem, em General Severiano, sede do Botafogo. Depois, na entrevista coletiva, revelou o que cobrou dos jogadores nos cerca de 50 minutos de treinamento. " Estava insatisfeito com a nossa bola parada ofensiva. É preciso repetir esse tipo de lance porque o jogador vai relaxando, esquece de fazer o bloqueio e começa a atacar a bola de qualquer jeito", disse.Mano confessou que também trabalhou as saídas de bola, especialmente os contra-ataques. A ideia é que o time não repita os erros do empate diante do Botafogo pelo Brasileiro. O técnico também falou que espera uma pressão do Fluminense nos primeiros minutos. E pediu cuidados redobrados no setor defensivo. "Quando você sai com muitos jogadores à frente da linha da bola, dá a chance para o adversário aproveitar os espaços. Mas é preciso estar organizado para não correr tanto risco quando se perde a bola."O técnico Carlos Alberto Parreira não é adepto a mistérios em suas escalações. Mas adotou essa estratégia para o jogo de hoje. "Mistério nessas horas faz a diferença." O técnico do Flu não gostou, porém,de ter recebido no vestiário do Pacaembu, minutos antes do primeiro jogo, apenas um esboço da formação do Corinthians. "Não estamos disputando um campeonato de várzea. Jogamos em um País que vai promover uma Copa." O treinador deixava no ar ontem se começaria a partida com o argentino Conca ou se manteria Maurício. O lateral-esquerdo João Paulo, contundido, pode continuar sendo desfalque. No ataque, outra dúvida: Maicon ou Alan ao lado de Fred. Mais de 40 mil ingressos foram vendidos. Os corintianos ficaram com 7 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.