Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Deola aposta nos jogos em casa para 'arrancada'

Goleiro do Palmeiras admite pressão e espera embalo como mandante

Sílvio Barsetti, O Estado de S.Paulo

15 de agosto de 2011 | 00h00

RIO - O goleiro Deola foi o jogador que mais tempo ficou no gramado de São Januário, logo depois da derrota do Palmeiras por 1 a 0 para o Vasco. Com serenidade, ele analisou a fase do time paulista e disse que a pressão por vitórias aumenta a cada dia.

"Estamos precisando dar uma arrancada, temos de tirar proveito de jogos em casa para reverter tudo isso", disse Deola, que ontem substituiu Marcos. O próximo confronto do Palmeiras vai ser no Canindé (estádio que ainda está invicto no ano), na quinta-feira, contra o Bahia.

Para Deola, o time necessita de "um pouco mais de calma, de tranquilidade" para voltar a vencer. "Não adianta tentar achar um culpado. Toda derrota é preocupante."

Ele disse que não associaria sua tristeza pelo tropeço do Palmeiras com os resultados ruins na rodada de outros candidatos ao título do Campeonato Brasileiro. "Se São Paulo, Flamengo, e Corinthians não ganharam, isso é uma questão de cada um deles. Temos de pensar em vencer nossos jogos sem essa preocupação de olhar para o vizinho", declarou o goleiro.

Veja também

linkJOGO - Leia como foi Vasco 1 x 0 Palmeiras

linkFelipão diz que Flamengo estragou o clima no Palmeiras

linkFelipão vê Palmeiras incompetente nas finalizações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.