Deputados sul-coreanos apelam ao COI

Um grupo de deputados sul-coreanos reuniu-se nesta segunda-feira para exigir a medalha de ouro para o atleta de seu país Yang Tae-young, que, por causa de um erro de pontuação dos juízes, ficou com a medalha de bronze no concurso geral individual de ginástica artística, disputado na semana passada em Atenas. Os 12 parlamentares, que integram o partido URI, no poder, emitiram um comunicado apelando ao Comitê Olímpico Internacional (COI) e à Federação Internacional de Ginástica para que ?devolvam a medalha de ouro que tiraram de Yang-tae Young?. Um erro nos juízes na final custou a medalha de ouro à Yang e o vencedor foi o norte-americano Paul Hamm, embora o Comitê Olímpico da Coréia do Sul tenha entrado com um recurso, que foi indeferido. A decisão do COI e da FIG foi suspender os três juízes responsáveis pelo erro na nota de partida (9,9 e não 10, como seria o correto) do ginasta sul-coreano.Para os deputados sul-coreanos, ?a única maneira do COI e da FIG manterem sua credibilidade é devolvendo a medalha de ouro a Yang Tae-young, que é o autêntico dono deste metal?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.