Desempenho excepcional levanta suspeita

Assim como assombrou os chineses, o jamaicano Usain Bolt levantou suspeitas e provocou insinuações de colegas. Bolt era pouco badalado internacionalmente até o início de 2008, e em pouco tempo, explodiu. Conseguiu isso sem a ajuda de substâncias ilícitas?Carl Lewis, por exemplo, disse a uma tevê mexicana que o recordista "precisa provar que está limpo". Bolt vem encarando com calma as especulações e, claro, nega tudo. "Fizemos muitos testes antes e durante a Olimpíada e sempre somos testados", declarou. "Nosso segredo é trabalhar pesado, só isso."O Comitê Olímpico Internacional tem sido rígido no controle e nada de ilícito foi encontrado em sua urina ou sangue. Don Anderson, chefe da delegação jamaicana, garantiu que o próprio país se preocupa em examinar seus atletas. "Fazemos testes na Jamaica há anos. E atletas internacionais são sempre avaliados no exterior."O dirigente ainda observou que os 25 representantes da equipe do atletismo passaram por testes do COI. "Foram 32 testes em três semanas", desabafou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.