Desfile de modelos do passado é aperitivo

O Mundial de Pilotos de Fórmula 1 existe desde 1950. A edição que começa hoje com o GP do Bahrein é a 61.ª da história. Entre os 31pilotos que conquistaram títulos, 20 estão vivos. E, com exceção de Nelson Piquet, vencedor em 1981, 1983 e 1987, e Kimi Raikkonen, em 2007, os demais 18 vão realizar hoje, no circuito de Sakhir, pouco antes da largada da corrida que abre o campeonato, um desfile com modelos que venceram a competição.

, O Estadao de S.Paulo

14 de março de 2010 | 00h00

A reunião é raríssima. Jack Brabham (campeão em 1959, 60 e 66), Jackie Stewart (69, 71 e 73), Emerson Fittipaldi (72 e 74), Niki Lauda (75, 77 e 84), Alain Prost (85, 86, 89 e 93), Michael Schumacher (94, 95, 2000, 2001, 2002, 2003 e 2004), são exemplos de pilotos que os bareinitas vão ver de perto, hoje. Os carros não ficam atrás: Mercedes W196 de Juan Manuel Fangio, Lotus Climax 25 de Jim Clark, Tyrrell-Ford 006 de Jackie Stewart, Lotus-Ford 72 de Emerson Fittipaldi, Brabham-BMW BT52 de Nelson Piquet, McLaren-Honda MP4/4 de Ayrton Senna... A maior parte dos carros, mantidos por uma equipe exclusiva de mecânicos, pertence à coleção particular de Ecclestone.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.