Desmanche ameaça o São Paulo

Diretoria nega, mas até cinco jogadores do atual elenco bicampeão brasileiro podem deixar o Morumbi

Giuliano Villa Nova, O Estadao de S.Paulo

11 de janeiro de 2008 | 00h00

Havia muito tempo o São Paulo não enfrentava um período de especulações tão grande. Em poucas horas, o elenco que estava praticamente fechado para o Campeonato Paulista e para a Taça Libertadores pode perder, de uma vez, até cinco jogadores: os atacantes Leandro, que teria tudo certo com o Verdy Tokyo, do Japão, e Aloísio, que recebeu proposta irrecusável do futebol árabe, além dos meias Hugo e Souza e o centroavante Diego Tardelli, que interessam ao Santos. Confira as principais contratações dos clubes para a atual temporadaOs dirigentes do Morumbi negam o desmanche do grupo e juram que nenhuma negociação está em andamento, mas Aloísio afirmou ontem que repassou a proposta árabe para a diretoria. "Se for bom para o São Paulo e para mim, eu saio de cabeça erguida, porque vivi um período muito feliz aqui", comentou Aloísio, de 32 anos, que defendeu o Paris St.Germain, o Saint Etienne e o Rubin Kazan, da Rússia, antes de vir para o São Paulo. "Meu plano era encerrar a carreira no Brasil, mas essas propostas chegam a toda hora", observou.Leandro também estaria com um pé fora do São Paulo. O jogador teria vendido seu apartamento na capital e estaria descontente com o fato de a diretoria não ter interesse em renovar seu contrato, que terminará no fim do ano.SANTISTASO diretor de futebol, Carlos Augusto Barros e Silva, admite a sondagem do Santos por Hugo, Souza e Tardelli, mas diz que os jogadores fazem parte dos planos da comissão técnica. "O interesse é normal, valoriza nossos jogadores, mas não recebemos nenhuma proposta oficial." Dos três, Tardelli é o que estaria mais perto de sair, em razão do interesse do Flamengo. "Mas a proposta ainda não nos agradou. Se ele sair, não será por empréstimo, mas em definitivo", comentou o diretor.Souza já recebeu propostas para ser emprestado para o Grêmio e o Saint Etienne, da França, mas os dirigentes do Morumbi também só aceitam vendê-lo.As negociações podem abrir espaço para a chegada de novos reforços. Os atacantes Éder Luís, do Atlético-MG, e Pedro Ken, do Coritiba, estariam nos planos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.