Desnorteado, Palmeiras se perde até nas explicações

O Palmeiras não conseguia achar explicações para mais um tropeço no Pacaembu. Na sua entrevista, o técnico Luiz Felipe Scolari ficou mais centrado em reclamar da arbitragem do que falar nos erros do time. "Nós perdemos porque o São Paulo foi melhor", resumiu. "A primeira bola que foi ao gol teve a qualidade do São Paulo. Depois eles jogaram no contra-ataque e liquidaram o jogo."

Daniel Akstein Batista, Giuliander Carpes, O Estado de S.Paulo

20 de setembro de 2010 | 00h00

O zagueiro Maurício Ramos também tentou achar um motivo para a fraca atuação do time. "Não sei o que acontece, mais uma vez perdemos aqui em casa e saímos chateado", falou.

Nos últimos oito jogos, o Palmeiras foi vazado 19 vezes - números que deixam qualquer torcedor e Felipão preocupados. "A zaga sempre vai ser a culpada", lamentou Maurício Ramos. "Temos de estar atentos o tempo todo, mas levamos dois gols."

Para o confronto de quarta-feira contra o Grêmio Prudente, fora de casa, Felipão não vai contar com os suspensos Valdivia e Tinga. Ao menos, ele terá a volta de dois titulares: Edinho e Kleber. O atacante, aliás, é um dos poucos jogadores que tem ganhado elogios do treinador palmeirense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.