Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Deyverson define clássico com o Corinthians: 'Tem um sabor diferente'

Opção no banco de reservas, atacante quer encerrar jejum de gols contra o maior rival do Palmeiras

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de setembro de 2021 | 16h53

Depois de Felipe Melo definir o clássico com o Corinthians como "uma guerra contra nosso maior rival", Deyverson adotou discurso um pouco menos bélico, mas reconheceu que jogar o dérbi é diferente de outras das partidas. O Palmeiras enfrenta o arquirrival neste sábado, às 19 horas, na Neo Química Arena, pela 22ª rodada do Brasileirão.

"A preparação foi boa e exigente. Sabemos do tamanho do Palmeiras e cada jogo é uma batalha. O clássico contra o Corinthians tem um sabor diferente", resumiu o atacante, que tem sido opção entre os reservas nas últimas partidas. Contra o Atlético-MG, na terça-feira, ele entrou na vaga de Luiz Adriano no segundo tempo.

"Somos um grupo vitorioso, unido, focado, humilde e com os pés no chão", acrescentou o camisa 16. O atacante tem 123 partidas pelo Palmeiras, considerando esta e a primeira passagem. São 27 bolas gols e o título de campeão brasileiro de 2018. Nesta temporada, o jogador teve boas atuações nas primeiras partidas, mas sua produção caiu e agora convive com uma seca de gols de quase três meses.

O elenco encerrou nesta sexta a preparação para o clássico. A Abel Ferreira comandou uma atividade tática com dois times e deu prioridades a transições, posicionamentos, entre outros fundamentos. Depois, foram aprimoradas bolas paradas, tanto a parte defensiva quanto ofensiva - e outros trabalhos específicos de jogo. No fim, alguns jogadores treinaram faltas e pênaltis

Existe a possibilidade de o treinador preservar atletas de olho no duelo decisivo com o Atlético-MG que vale um vaga na final da Libertadores. Terça-feira, o time paulista encara o rival mineiro no jogo de volta no Mineirão, em Belo Horizonte. A primeira partida, no Allianz Parque, terminou sem gols.

O Palmeiras é o atual vice-líder do Brasileirão, com 38 pontos. Está a sete pontos do líder Atlético-MG. Em 2021, o time alviverde encarou o Corinthians quatro vezes, com duas vitórias (4 a 0 e 2 a 0) e dois empates (2 a 2 e 1 a 1).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.