Dez vezes campeão, Scheidt fica em 5º no Mundial de Vela

Dez vezes campeão, Scheidt fica em 5º no Mundial de Vela

Com ventos fracos e desclassificação na regata de domingo, brasileiro não alcança bronze e holandês Heiner leva ouro

Estadão Conteúdo

18 Setembro 2014 | 15h13

Para quem já foi 10 vezes campeão mundial da classe Laser, o quinto lugar do Mundial de Vela de Santander (Espanha) foi frustrante. Nesta quinta-feira, Robert Scheidt largou para a medal race brigando apenas pelo bronze, mas não o alcançou. Ao fim de uma competição de ventos fracos, restou a ele apenas o quinto lugar.

"Claro que eu gostaria que o resultado tivesse sido um pouco melhor, mas fiz o melhor que pude. Tive uma boa largada, e foi uma bela medal race", definiu Scheidt, que ficou no quarto lugar na meda race. No fim, foram nove pontos de diferença para o britânico Nick Thompson, medalhista de bronze.

O Mundial de Scheidt foi prejudicado principalmente por uma larga queimada na quinta regata, domingo. Desclassificado, teve 50 pontos perdidos e precisou usar seu descarte. Assim, acabou considerando outros resultados ruins, como um 20.º e um 13.º lugares. Com ventos fracos, não foi regular como costuma ser.

"Não foi um grande campeonato para mim, mas o quinto lugar num Mundial não é para desprezar. Além disso, estou velejando bem, com uma boa velocidade, e melhorando da lesão que sofri no evento-teste no Rio", analisou o brasileiro.

O ouro na Laser ficou com o holandês Nicholas Heiner, que ganhou a medal race e pulou do terceiro para o primeiro lugar. Favorito, o australiano Tom Burton foi mal na regata da medalha e ficou com a prata. À frente de Scheidt, também o alemão Philipp Buhl.

Mais conteúdo sobre:
vela Mundial de Vela Robert Scheidt

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.