Dia de recordes no Troféu José Finkel

Os nadadores do Pinheiros brilharam no terceiro dia de disputa do Troféu José Finkel (o Campeonato Brasileiro em piscina de 25 metros), nesta sexta-feira, em Santos. Nos 100 metros, medley, o argentino José Meolans bateu o próprio recorde sul-americano, com 55s72. A marca anterior era 55s82. No revezamento 4 x 50 m, livre, o clube de São Paulo estabeleceu novas marcas sul-americanas, no feminino e no masculino. O quarteto formado por Flávia Delaroli, Tatiana Lemos, Talita Ribeiro e Juliana Berlanga completou a prova em 1min43s65. O recorde anterior, do Flamengo, do torneio de 2001, era 1min44s63.No masculino, Meolans, Renato Gueraldi, Carlos Jayme e Gustavo Borges nadaram o 4 x 50 m, livre, em 1min27s24, batendo a marca do Vasco (1min27s88), também do José Finkel de 2001. No entanto, a presença de um argentino na equipe, impede que o tempo seja homologado, valendo apenas como recorde de campeonato, mas não retira do Pinheiros os pontos de bônus pelo resultado.O dia teve outros recordes. Alexandre Massura, do Minas Tênis, prata nos 100 m, medley, melhorou a marca brasileira, com 56s10. Bruno Bonfim, do Flamengo, bateu o recorde do campeonato nos 400 m, livre, com 3min47s65.Fabíola Molina, da Esportiva São José, foi um dos destaques desta sexta-feira, ao vencer os 50 m, borboleta (28s19), e os 100 m, medley (1min04s89). Fabíola já soma três medalhas de ouro na competição.Com o bom desempenho desta sexta-feira, o Pinheiros passou para o segundo lugar na classificação geral, com 1.168 pontos, 18 a mais que o Minas Tênis, terceiro. O Flamengo continua na liderança, com 1.469 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.