Dia incrível para Deivid na Turquia

Após gol contra, atacante faz golaço e dá importante vitória ao Fenerbahçe

O Estadao de S.Paulo

03 de abril de 2008 | 00h00

Com mais de 45 mil torcedores no Estádio de Sükrü Saraçoglu, no jogo mais importante da história do Fenerbahçe, diante do Chelsea, uma das equipes mais poderosas do mundo, o atacante Deivid teve um dia incrível. O ex-jogador de Santos e Corinthians marcou um gol contra, aos 13 minutos de jogo, mas fez o da virada do time turco, por 2 a 1, com um sensacional chute de fora da área, aos 35 da etapa final. Antes, aos 19, Kazim-Richards empatara.O duelo foi válido pelo jogo de ida das quartas-de-final da Copa dos Campeões. Na terça-feira, no Estádio Stamford Bridge, em Londres, o Fenerbahçe, dirigido por Zico, joga por um empate para chegar às semifinais. ''Foi uma partida maravilhosa. Não existe resultado justo ou injusto. Se o Chelsea não marcou é porque não pôde. Nós marcamos'', disse um entusiasmado Zico, que não gostou da atuação da equipe no primeiro tempo. ''Demos muito espaço para o adversário criar oportunidades.''A derrota não abalou a confiança do técnico Avram Grant, do Chelsea, que considera uma vitória simples em casa um ''resultado normal''. ''Não foi o melhor resultado, mas foi um bom resultado. Se repetirmos a mesma produção, não será difícil conseguirmos a classificação para as semifinais em casa.''EMPATE EM LONDRESNo Emirates Stadium, o Liverpool conseguiu um importante empate diante do rival Arsenal. Uma vitória na terça-feira na terra dos Beatles classifica os ''Reds'' para a semifinal.O Arsenal começou pressionando e logo aos 23 minutos abriu o placar com o grandalhão Adebayor. Mas não deu tempo de a torcida festejar. Três minutos depois, Kuyt empatou, após grande jogada do capitão Steven Gerrard.O domínio continuou todo para o Arsenal, que perdeu muitas oportunidades. A equipe londrina reclamou muito um pênalti de Kuyt em Alex Hleb no fim do jogo não marcado pelo juiz. ''Na Inglaterra, isso não é um pênalti'', disse o espanhol Rafa Benítez, técnico do Liverpool. ''Conseguimos uma boa posição para o jogo em casa, mas o Arsenal é uma grande equipe também quando joga no contra-ataque'', completou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.