Diego celebra 1º clássico pelo Botafogo: 'Tenho que agarrar a chance'

Os jogadores costumam dizer que clássico é sempre uma partida especial, mas para o lateral botafoguense Diego, o duelo com o Vasco no domingo, em São Januário, terá sabor ainda mais único. Graças à lesão do titular Luis Ricardo, o garoto de 20 anos enfrentará pela primeira vez um rival carioca como profissional.

Estadão Conteúdo

26 de março de 2016 | 13h24

"Trabalhamos sempre para ser o melhor da posição, independentemente de quem esteja na frente. Jogo pelo fato do Luis ter se machucado, mas tenho que agarrar a chance. Quero o melhor jogo possível. Será meu primeiro clássico como profissional e vou dar o meu máximo", prometeu neste sábado.

Apesar de fazer seu primeiro clássico como profissional, Diego conhece bem o clima destas partidas. No Botafogo desde a categoria mirim, o lateral-direito já enfrentou os maiores rivais do clube por diversas vezes na base.

"Até na base já era diferente por ser clássico, imagina no profissional. Temos que estar preparados para qualquer desafio. Lembro de um jogo no Caio Martins, dei duas assistências contra o Vasco e espero repetir. Estou no Botafogo desde o mirim e clássico é sempre quente", disse.

Para os torcedores que não o conhecem, o jogador listou suas qualidades. "Não sou bobo, tenho minhas qualidades. Estudo os adversários, assim como eles também estão me estudando lá. Trabalho muito os cruzamentos durante a semana, é uma das minhas características. Quero aproveitar para quem sabe servir o Ribamar ou qualquer outro que estiver em boas condições", projetou.

Tudo o que sabemos sobre:
DiegoVascoSão JanuárioLuisRibamar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.