Diego estreia Hypolito 2 e vai à final em primeiro

Ginasta obtém a mais alta nota de partida na carreira

, O Estadao de S.Paulo

16 de maio de 2009 | 00h00

Tudo correu melhor que o esperado na primeira vez que o ginasta Diego Hypolito utilizou sua nova acrobacia, o salto Hypolito 2, na etapa de Glasgow da Copa do Mundo de Ginástica Artística. Durante as eliminatórias de ontem, na Escócia, o brasileiro estreou sua nova série no solo e não decepcionou. Diego manteve o favoritismo para a final ao terminar em primeiro lugar, entre os oito classificados, com 15,325 pontos. A segunda colocação ficou com o inglês Kristian Thomas, que marcou 15,300 pontos. O israelense Alexander Shatilov se classificou na terceira posição, ao obter 15,050 pontos.No novo movimento, Diego flexiona as pernas enquanto gira no ar. Já no Hypolito 1 mantém as pernas estendidas num ângulo de 90 graus em relação a seu corpo. Como o salto foi realizado em uma etapa da Copa do Mundo, ele agora será oficialmente batizado como Hypolito 2."A minha nota de partida foi a mais alta que fiz até hoje (16,80). Conversei com meu treinador, Renato Araújo, e a nossa ideia é manter essa nota até o Mundial de Londres, em outubro", disse o ginasta brasileiro sobre a série.Mesmo com o sucesso da manobra, ele acha que pode melhorar ainda mais para a final, que se realizará na manhã de hoje, às 9h30, horário de Brasília. Segundo Diego, ele cometeu alguns deslizes durante a eliminatória."Mesmo com alguns erros de execução nas últimas três passadas, fiz uma boa prova e terminei em primeiro. Acho que posso melhorar ainda mais e lutar por uma medalha na decisão de sábado (hoje)", avaliou Diego, que mostra que a decepção e a frustração com a queda na Olimpíada de Pequim, no ano passado, que lhe custou o ouro no solo, já ficaram para trás.Bicampeão mundial no solo, Diego também conseguiu classificação em outro aparelho. Com 15,837 pontos, classificou-se em quarto lugar no salto. No mesmo aparelho, o Brasil terá a participação de Vitor Camargo, que somou 15,287 e ficou com a oitava e última vaga. Nas argolas, Vitor ficou fora (20º lugar). O veterano Mosiah Rodrigues se classificou no cavalo com alças em sétimo, com 14,125 pontos.Entre as mulheres, a novata Khiuani Dias se destacou, classificando-se em quinto lugar na trave, com 13,875, e em sexto lugar nas barras, com 13,000 pontos.Caio Costa não foi bem e não obteve classificação. Ele ficou em 16º lugar no cavalo com alças e em 17º nas argolas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.